OS GRANDES PARCEIROS

OS GRANDES PARCEIROS
Últimas Notícias
recent

ARTILHEIRO DAS COPAS: GARRINCHA


“ANJO DAS PERNAS TORTAS” FOI UM DOS GOLEADORES DO MUNDIAL DE 1962

Por Daniel Nápoli

Campeão mundial em 1958 (sem anotar nenhum gol), Mané Garrincha não só foi o craque da Copa de 1962, ajudando o Brasil a conquistar o bicampeonato, como também foi o artilheiro daquele edição, com quatro gols, empatado com Vavá (BRA), Leonal Sánchez (CHI), Flórián Albert (HUN), Drazan Jerkovic (IUG)  e Valentin Ivanov (URSS).

Depois de passar em branco toda a fase de grupos do Mundial realizado no Chile, o “Anjo das Pernas Tortas”, chamou a responsabilidade a partir do mata-mata, anotando dois gols na vitória por 3x1 diante da Inglaterra, nas quartas de final.Na semifinal, contra os donos da casa, Garrincha voltou a brilhar, balançando mais duas vezes as redes, na vitória por 4x2.
Mesmo expulso contra os chilenos, esteve em campo na final diante da Tchecoslováquia. Embora tenha passado em branco, conseguiu terminar como o artilheiro e campeão daquela edição, após o Brasil vencer a decisão por 3x1.

Garrincha voltou a marcar em Copas do Mundo, na edição de 1966, na Inglaterra, na estreia do Brasil contra a Bulgária (vitória por 2x0). Foi o último gol de Mané em Mundiais.

Longe do brilhantismo de quatro anos antes, Garrincha passou embranco contra Hungria (derrota por 3x1) e sem atuar diante de Portugal (também derrota 3x1), viu a Seleção Brasileira caindo ainda na primeira fase.

Com a camisa do Brasil, Garrincha disputou 60 jogos entre 1955 e 1966, anotando 17 gols, conquistando duas Copas do Mundo (1958 e 1962), três Taças Bernardo O’Higgins (1955, 1959 e 1961), três Taças Oswaldo Cruz (1958, 1961 e 1962) e um Suprclássico das Américas (1960).

Nascido em 28 de outubro de 1933, Garrincha marcou época no Botafogo-RJ, atuando no clube carioca entre 1953 e 1965. Passou ainda por Corinthians (1966), Portuguesa Santista (1967), Junior Barranquilla (1968), Flamengo (1968-1969), Novo Hamburgo (1969), Rio-Grandense (1969), Cordeiros (1972) e Olaria (1972).

Por clubes, Mané foi tricampeão do Torneio Rio-São Paulo (1962, 1964 e 1966) e tricampeão carioca (1957, 1961 e 1962), além de diversos torneios amistosos.

Garrincha faleceu no dia 20 de janeiro de 1983, aos 49 anos de idade, em decorrência de problemas em relação ao alcoolismo.

Adhemar Veneziano/Dedoc/Divulgação-FIFA

Moura Nápoli

Moura Nápoli

Nenhum comentário:

Postar um comentário

CBB TEM CONTAS APROVADAS PELO TERCEIRO ANO CONSECUTIVO

EM ASSEMBLEIA QUE CONTOU COM A PARTICIPAÇÃO DE 26 FEDERAÇÕES, DOCUMENTO FOI APROVADO POR UNANIMIDADE Pela primeira vez promovida de ma...

OS GRANDES PARCEIROS

OS GRANDES PARCEIROS
Tecnologia do Blogger.