OS GRANDES PARCEIROS

OS GRANDES PARCEIROS
Últimas Notícias
recent

ARTILHEIROS DAS COPAS: GERD MÜLLER


GOLEADOR DO MUNDIAL DISPUTOU EDIÇÕES DE 1970 E 1974

Por Daniel Nápoli

Terceiro maior artilheiro da história das Copas do Mundo, com 14 gols: este é Gerd Müller. Nascido em 3 de novembro de 1945, em Nördingen (na então Alemanha Ocidental), foi um dos grandes nomes da história do futebol alemão e mundial.

Embora sua trajetória na Seleção Alemã tenha iniciado em 1966, Müller não foi convocado para a Copa disputada na Inglaterra, em que a Alemanha Ocidental terminou com o vice-campeonato, tendo então sua primeira experiência em Mundiais, quatro anos depois, no México.

Veio a Copa de 1970 e logo na estreia, Der Bomber (O Bombardeiro) como era chamado pelos alemães, marcou um gol na vitória da Alemanha Ocidental de 2x1 sobre o Marrocos.
Seguindo na fase de grupos, Müller marcou mais dois gols na goleada de 5x2 sobre a Bulgária e balançou mais três vezes as redes na vitória de 3x1 contra o Peru.

Na reedição da final da Copa de 1966, Alemanha Ocidental e Inglaterra se enfrentaram, agora pelas quartas de final do Mundial de 1970 e Gerd marcou o gol que garantiu os alemães na semifinal. A vitória por 3x2 foi conquistada na prorrogação.

Mesmo marcando dois gols na semifinal, diante da Itália, com ambos na prorrogação, Müller não conseguiu evitar a derrota por 4x3. Na decisão pelo terceiro, contra o Uruguai, o então atacante do Bayern de Munique-ALE não balançou as redes na vitória alemã por 1x0 e o goleador terminava como o artilheiro daquela edição da Copa, com dez gols.

Quatro anos depois, Müller disputou o Mundial em solo alemão. Na fase de grupos, não marcou na estreia diante do Chile (vitória por 1x0, balançando a rede no triunfo de 3x0 sobre a Austrália, passando em branco no último jogo da primeira fase, contra a Alemanha Oriental (derrota por 1x0).

Após uma primeira fase tímida,com um gol,  o artilheiro da Copa anterior balançou a rede contra a Iugoslávia (vitória por 2x0), ficando sem marcar no triunfo sobre a Suécia (4x2). Fechando a segunda fase, fez o seu contra a Polônia (1x0).

Na final, diante da Holanda, Müller sabia que faria seu último jogo pela seleção e tratou de fazer com que a despedida fosse em grande estilo, marcando o gol que deu o bicampeonato mundial para a Alemanha Ocidental (vitória por 2x1, de virada).

Com dez gols em 1970 e quatro gols em 1974, Müller tornou-se ali o maior artilheiro da história das Copas do Mundo, recorde que permaneceria até 2006, quando Ronaldo o ultrapassou. Posteriormente (2014), o brasileiro acabou “destronado” por Klose (ALE).

Pela Alemanha Ocidental, Müller disputou 62 partidas entre 1966 e 1974, marcando 68 gols. Além da Copa do Mundo de 1974, Gerd foi campeão da Eurocopa de 1972.

Por clubes, o artilheiro atuou por TSV 1861 Nördingen-ALE (1963-1964), Bayern de Munique-ALE (1964-1979) e Fort Lauderdal Strikers-EUA (1979-1982), sendo campeão do Mundial Interclubes (1976), tricampeão da Liga dos Campeões da Europa (1973-1974, 1974-1975 e 1975-1976), campeão da Taça dos Clubes Vencedores de Taças (1966-1967), tetracampeão da Bundesliga (1968-1969, 1971-1972, 1972-1973 e 1973-1974), tetracampeão da Copa da Alemanha (1965-1966, 1966-1967, 1968-1969 e 1970-1971) e campeão da terceira divisão alemã (1964).

Dos anos 1990 até 2015, foi um dos treinadores das divisões de base do Bayern de Munique-ALE, tendo de se afastar após ter sido diagnosticado com Mal de Alzheimer.

Fotos - Divulgação



Moura Nápoli

Moura Nápoli

Nenhum comentário:

Postar um comentário

CBB TEM CONTAS APROVADAS PELO TERCEIRO ANO CONSECUTIVO

EM ASSEMBLEIA QUE CONTOU COM A PARTICIPAÇÃO DE 26 FEDERAÇÕES, DOCUMENTO FOI APROVADO POR UNANIMIDADE Pela primeira vez promovida de ma...

OS GRANDES PARCEIROS

OS GRANDES PARCEIROS
Tecnologia do Blogger.