OS GRANDES PARCEIROS

OS GRANDES PARCEIROS
Últimas Notícias
recent

ARTILHEIROS DAS COPAS: JUST FONTAINE


ATACANTE É O MAIOR GOLEADOR DE UMA EDIÇÃO DE COPA DO MUNDO

Por Daniel Nápoli

Embora não tenha sido campeão mundial, Just Fontaine está na história das Copas do Mundo, possuindo o recorde de maior artilheiro de uma única edição de Mundial. Em 1958, na Suécia, o então atacante do Reims-FRA, anotou 13 gols defendendo a França.

Nascido no dia 18 de agosto de 1933, em Marraquexe, no Marrocos (então colônia francesa), Fontaine jogou uma única edição de Copa do Mundo. Após ser considerado muito jovem para disputar o Mundial na Áustria, em 1954, Just marcou três gols logo na estreia da França em 1958, na goleada de 7x3 sobre o Paraguai.

No segundo jogo da primeira fase, apesar da derrota por 3x2 para a Iugoslávia, Fontaine balançou as redes mais duas vezes. Fechando a fase de grupos contra a Escócia, o atacante fez mais um gol (vitória da França por 2x1).

Nas quartas de final, a adversária foi a Irlanda do Norte. Com mais um gol, Fontaine comandou os franceses na goleada por 4x0, porém na semifinal, apesar de ter feito um gol, o craque Just esbarrou no Brasil de Pelé, Garrincha e cia (derrota por 5x2).

Apesar de ter perdido a chance de conquistar a taça, Fontaine ainda teve tempo para ter a sua melhor exibição na Copa do Mundo. Pela decisão do terceiro lugar, contra a então campeão mundial Alemanha Ocidental, o craque marcou quatro vezes na goleada por 6x3.

Pela Seleção Francesa, Fontaine jogou de 1953 a 1960, marcando 30 gols em 21 partidas. Suas marcas em Copas do Mundo poderiam ser ainda mais expressivas, se tivesse sido convocado para o Mundial de 1954 e se as lesões não tivessem atrapalhado a sua carreira, pós-1958.

Em clubes, o craque passou por Casablanca (1950-1953), Nice (1953-1956)e Reims (1956-1962), sendo campeão da Copa dos Campeões do Norte da África (1952), campeão marroquino (1952), tricampeão francês (1957-1958/1959-1960/1961-1962), bicampeão da Copa da França (1954 e 1957-1958) e bicampeão da Supercopa da França (1958 e 1960).

Após deixar os gramados, Fontaine tornou-se presidente do sindicato dos jogadores da França e em 1967, por dois jogos, veio a ser o treinador da Seleção Francesa. Já entre 1979 e 1981, foi o comandante do Marrocos.
Também chegou a treinar os clubes Luchon (1968-1969), Paris Saint-Germain (1973-1976 e Toulouse (1978-1979).

Fotos - Divulgação






Moura Nápoli

Moura Nápoli

Nenhum comentário:

Postar um comentário

CBB TEM CONTAS APROVADAS PELO TERCEIRO ANO CONSECUTIVO

EM ASSEMBLEIA QUE CONTOU COM A PARTICIPAÇÃO DE 26 FEDERAÇÕES, DOCUMENTO FOI APROVADO POR UNANIMIDADE Pela primeira vez promovida de ma...

OS GRANDES PARCEIROS

OS GRANDES PARCEIROS
Tecnologia do Blogger.