OS GRANDES PARCEIROS

OS GRANDES PARCEIROS
Últimas Notícias
recent

ARTILHEIROS DAS COPAS: MARIO KEMPES


NA SUA TERRA NATAL, ARGENTINO FOI ARTILHEIRO E CAMPEÃO DO MUNDIAL

Por Daniel Nápoli

O argentino Mario Kempes, em 1978 teve o prazer de ser campeão da Copa do Mundo em sua terra natal e de quebra, foi o artilheiro da competição. O único até hoje a conseguir vencer o torneio, sendo o artilheiro, em casa.

Porém, antes de tal feito, o argentino nascido em Bell Ville, no dia 15 de julho de 1954, teve uma experiência amarga. Em sua primeira Copa do Mundo, na Alemanha, em 1974, o então atacante do Rosario Central-ARG “passou em branco” no torneio, com a Argentina caindo na segunda fase.

Quatro anos depois, a história foi bem diferente. Kempes não balançou as redes na primeira fase, em que a Argentina venceu Hungria e França (2x1) e acabou derrota pela Itália, mas na segunda fase, “acordou”.

Logo no primeiro jogo contra a Polônia, Mario foi o autor dos dois gols na vitória por 2x0 e depois de não sair do 0x0 contra o Brasil, balançou duas vezes as redes na goleada por 6x0 sobre o Peru. A Argentina estava na final.

Na decisão, veio a consagração: Kempes marcou dois gols na vitória argentina por 3x1 sobre a Holanda. Mario era então campeão mundial e artilheiro da Copa, com seis gols anotados.

O então atacante do River Plate-ARG foi também para a Copa de 1982, disputada na Espanha, porém da euforia pela conquista da taça em 1978, Kempes foi para a decepção. Em solo espanhol, assim como na Alemanha oito anos antes, o argentino não balançou as redes e viu a Argentina cair na segunda fase.

Após o desempenho no Mundial de 1982, sem rendimento começou a cair também em clubes, com Kempes não sendo mais chamado para vestir a camisa da Seleção Argentina.Entre 1973 e 1982, Mario fez 43 jogos pela Albiceleste, marcando 20 gols.

Por clubes, Kempes atuou por Instituto Córdoba (1970-1973), Rosario Central-ARG (1974-1976), Valência-ESP (1977-1981/1982-1984), River Plate-ARG (1981-1982), Hércules-ESP (1984-1986), First Viena-AUT (1986-1987), St. Pölten (1987-1990), Kremser (1990-1992), Fernández Vial-CHI (1995) e Pelita Jaya-IND (1996), sendo campeão da Recopa Europeia (1979/1980),campeão da Supercopa da Europa (1980), campeão argentino (1981) e campeão da Copa do Rei (1978-1979).

Depois de sua aposentadoria definitiva como jogador (havia parado uma primeira vez em 1992), Kempes iniciou a carreira de treinador, comandando o Pelita Jaya-IND (1996), Lushnja-ALB (1996), Mineiros de Guayana-VEM (1997-1998), The Strongest-BOL (1999), Blooming-BOL (2000) e Independiente Petrolero (2000-2001), sendo campeão albanês (1996).

Em 2010,  o  artilheiro da Copa de 1978 foi homenageado, com o Estádio Córdoba, situado no bairro Chateau Carreras, de Córdoboa, na Argentina. Passando a se chamar Mario Alberto Kempes.

Fotos - Divulgação


Moura Nápoli

Moura Nápoli

Nenhum comentário:

Postar um comentário

CBB TEM CONTAS APROVADAS PELO TERCEIRO ANO CONSECUTIVO

EM ASSEMBLEIA QUE CONTOU COM A PARTICIPAÇÃO DE 26 FEDERAÇÕES, DOCUMENTO FOI APROVADO POR UNANIMIDADE Pela primeira vez promovida de ma...

OS GRANDES PARCEIROS

OS GRANDES PARCEIROS
Tecnologia do Blogger.