OS GRANDES PARCEIROS

OS GRANDES PARCEIROS
Últimas Notícias
recent

ARTILHEIROS DAS COPAS: SÁNDOR KOCSIS


HÚNGARO ENCANTOU O MUNDO COM SEUS GOLS NO MUNDIAL DE 1954

Por Daniel Nápoli

Um atacante com uma impressionante média de gols. Assim pode ser definido Sándor Kocsis. Nascido em Budapeste, em 21 de setembro de 1929, foi um dos grandes nomes da Hungria, que encantou o planeta bola nos Jogos Olímpicos de 1952 e na Copa do Mundo de 1954.

Mesmo tendo disputado apenas um Mundial, o húngaro tratou de fazer a oportunidade ser inesquecível não só para si. Logo na estreia, marcou três gols na goleada por 9x0 sobre a Coreia do Sul.
No segundo jogo, na fase de grupos, contra a Alemanha Ocidental, Kocsis teve uma exibição ainda melhor: quatro gols em outra goleada. Esta por 8x3.

Nas quartas de final, Sándor balançou as redes mais duas vezes, na vitória por 4x2 sobre o Brasil, mesmo placar e número e gols feitos na semifinal contra o então campeão mundial Uruguai.
Artilheiro da Copa com 11 gols, Kocsis chegou até a final contra a Alemanha Ocidental, mesmo seleção a qual a Hungria havia atropelado na primeira fase.

Mesmo com os húngaros abrindo 2x0, a Alemanha se recuperou e virou a decisão de forma heroica por 3x2, no jogo conhecido como o “Milagre de Berna”, já que o confronto ocorreu naquela cidade austríaca.

Kocsis, que havia marcado quatro gols na goleada contra os alemães na primeira fase, “passou em branco” na final. Novamente, o artilheiro de uma edição do Mundial, não terminou campeão, porém nada que apagasse o seu brilho e o de toda uma geração húngara brilhante liderada pelo craque Ferenc Puskás, o “Major Galopante”.

Pela seleção húngara, Kocsis atuou entre 1948 e 1956, disputando 68 jogos e marcando 75 gols, além de ter conquistado o ouro olímpico nos Jogos de Helsinque-1952.

Por clubes, Kocsis defendeu o Kobanyai-HUN (1943-1944), Ferencvários-HUN (1945-1950), Honvéd-HUN (1950-1957), Young Fellows-SUI (1957-1958) e Barcelona-ESP (1958-1965), sendo campeão da Taça das Cidades com Feiras (antiga Liga Europa – 1960), tetracampeão húngaro (1950, 1952, 1954 e 1955), bicampeão espanhol (1959 e 1960) e bicampeão da Copa da Espanha (1959 e 1963).Sándor foi ainda treinador nos anos de 1970, dirigindo as equipes espanholas do Hércules e Alicante.

No ano de 1979, Kócsis, grande ídolo do Barcelona, veio a falecer na mesma cidade. Após sofrer problemas de circulação sanguínea e ter precisado amputar uma perna, além de descobrir um câncer no estômago, o ex-atacante se atirou da janela da clínica em que estava internado, no dia 21 de setembro. O húngaro tinha 49 anos.  

Fotos - Divulgação

Moura Nápoli

Moura Nápoli

Nenhum comentário:

Postar um comentário

CBB TEM CONTAS APROVADAS PELO TERCEIRO ANO CONSECUTIVO

EM ASSEMBLEIA QUE CONTOU COM A PARTICIPAÇÃO DE 26 FEDERAÇÕES, DOCUMENTO FOI APROVADO POR UNANIMIDADE Pela primeira vez promovida de ma...

OS GRANDES PARCEIROS

OS GRANDES PARCEIROS
Tecnologia do Blogger.