OS GRANDES PARCEIROS

OS GRANDES PARCEIROS
Últimas Notícias
recent

ARTILHEIROS DAS COPAS: STOICHKOV


BÚLGARO FOI UM DOS GOLEADORES DO MUNDIAL DE 1994, DISPUTADO NOS EUA

Por Daniel Nápoli

Então atacante do Barcelona-ESP, vindo de temporadas vitoriosas pelo clube, Hristo Stoichkov foi o artilheiro da Bulgária e da Copa do Mundo de 1994, disputada nos EUA.

“Mordido” por ter ficado de fora do grupo que disputou o Mundial de 1990, devido a uma suspensão por participar de uma briga generalizada, quando ainda vestia a camisa do CSKA Sófia, pelo campeonato búlgaro, Stoichkov foi para a competição dos EUA com o intuito de fazer história.

Na estreia, diante da Nigéria, “passou em branco” na derrota por 3x0, marcando duas vezes na goleada por 4x0 sobre a Grécia. Anotou mais um gol, no encerramento da primeira fase, no triunfo frente a Argentina (2x0).

Nas oitavas de final, Hristo balançou mais uma vez as redes no empate por 1x1 com o México. Na disputa por pênaltis, melhor para os búlgaros (3x1), que se classificaram para as quartas de final, para encarar a Alemanha.

Diante dos alemães, que pela primeira vez disputavam uma Copa, após a unificação entre A Alemanha Ocidental e a Oriental, Stoichkov fez mais um gol, ajudante a “despachar” os então defensores do título (2x1).

Na semifinal, o craque búlgaro até incomodou a defesa da Itália, deixou sua marca, mas acabou não sendo o suficiente. Em uma campanha histórica, a Bulgária foi eliminada na semifinal pelos italianos (2x1).  Na decisão pelo terceiro lugar, Stoichkov não balançou as redes e os búlgaros acabaram goleados pela Suécia, por 4x0.

O ídolo búlgaro ainda jogou a Copa do Mundo de 1998, disputada na França, porém  longe do brilho de quatro anos antes, em que foi um dos artilheiros, com seis gols marcados. Sem balançar as redes em solo francês, Stoichkov viu seu país ser eliminado ainda na primeira fase, após empate com o Paraguai (0x0) e derrotas para Nigéria (1x0) e Espanha (6x1).

Pela Bulgária, Hristo atuou entre 1987 e 1999, marcando 37 gols em 83 jogos. Já por clubes, passou por Hebros Harmanli-BUL (1982-1984), CSKA Sófia-BUL (1984-1990/1998), Barcelona-ESP (1990-1995/1996-1998), Parma-ITA (1995-1996), Al-Nassr-KSA (1998), Kashiwa Reyol-JAP (1998-1999), Chicago Fire-EUA (2000-2002) e DC United-EUA (2003-2004).

Sem títulos pela seleção, por clubes foi campeão da Liga dos Campeões (1991-1992), bicampeão a Supercopa da UEFA (1992 e 1997),  campeão da Supercopa da Ásia (1998) campeão da Recopa Europeia (1996-1997), campão da Recopa Asiática (1998),  tricampeão búlgaro (1986-1987, 1988-1989 e 1989-1990), pentacampeão espanhol (1990-1991, 1991-1992, 1992-1993, 1993-1994 e 1997-1998), campeão da Supercopa da Bulgária (1989), tetracampeão da Supercopa da Espanha (1991, 1992, 1994 e 1996), tricampeão da Copa da Bulgária (1986-1987, 1987-1988 e 1988-1989), campeão da Copa do Rei (1996-1997), Copa Nabisco (1999) e copa dos EUA (2000).
 Após se aposentar como jogador, Stoichkov tornou-se treinador, comandando a Seleção Búlgara (2004-2007), passando posteriormente por Celta de Vigo-ESP (2007), Mamelodi Sundowns-AFS (2009-2010), Litex Lovech-BUL (2012-2013) e CSKA Sófia (2013).

Fotos – Divulgação/BNGE

Moura Nápoli

Moura Nápoli

Nenhum comentário:

Postar um comentário

CBB TEM CONTAS APROVADAS PELO TERCEIRO ANO CONSECUTIVO

EM ASSEMBLEIA QUE CONTOU COM A PARTICIPAÇÃO DE 26 FEDERAÇÕES, DOCUMENTO FOI APROVADO POR UNANIMIDADE Pela primeira vez promovida de ma...

OS GRANDES PARCEIROS

OS GRANDES PARCEIROS
Tecnologia do Blogger.