OS GRANDES PARCEIROS

OS GRANDES PARCEIROS
Últimas Notícias
recent

ARTILHEIROS DAS COPAS: THOMAS MÜLLER


ATACANTE FOI ARTILHEIRO EM 2010 E CAMPEÃO NO MUNDIAL DE 2014

Por Daniel Nápoli

Nascido em 13 de setembro de 1989, Thomas Müller foi convocado pela primeira vez para defender a Seleção Alemã, em 2010, ano em que disputou a Copa do Mundo realizada na África do Sul.

Embora inexperiente na seleção, Müller desde o início do Mundial, entrou como titular, marcando um gol logo na estreia, na goleada por 4x0 sobre a Austrália, “passando em branco” na derrota para a Sérvia (1x0) e na vitória frente Gana (1x0).

Nas oitavas de final, Müller voltou a estufar as redes, marcando duas vezes na goleada sobre a Inglaterra (4x1), anotando mais um gol, em outra goleada alemã, esta nas quartas, diante da Argentina (4x0).Na semifinal, não conseguiu balançar as redes e a Alemanha foi derrota para a Espanha, por 1x0.

O atacante voltou a marcar, na decisão pelo terceiro lugar, em que os alemães venceram o Uruguai por 3x2, tendo Thomas aberto o marcador. O alemão encerrou o Mundial como artilheiro, com cinco gols, ao lado de David Villa-ESP, Sneidjer-HOL e Diego Forlán-URU.

Na Copa do Mundo de 2014, disputada no Brasil, Müller fez logo três gols na estreia, na goleada por 4x0 sobre Portugal, ficando longe das redes no empate por 2x2 com Gana, marcando um gol no encerramento da primeira fase, contra os EUA (vitória por 1x0).

Nas oitavas e nas quartas de final, nas vitórias contra Argélia (2x1) e França (1x0), Thomas “passou em branco”, marcando um gol na semifinal, na goleada por 7x1 diante do Brasil, dono da casa.

Na final diante da Argentina, não balançou as redes, na vitória alemã por 1x0, que selou o tetracampeonato germânico. Müller encerrou o Mundial de 2014 como vice-artilheiro, com cinco gols, um a menos do que o colombiano James Rodríguez.

Na Copa do Mundo de 2018, ficou a expectativa do que Müller e a Alemanha iriam produzir, porém com o decorrer do torneio, a decepção foi o que definiu a campanha alemã. A então defensora do título, foi eliminada na primeira fase, após derrota para o México (3x0), vitória sobre a Suécia (2x1) e derrota para a Coreia do Sul (2x0), com Thomas passando longe do seu brilhantismo de 2010 e 2014.

Porém, ao que tudo indica, Müller não terá mais outra oportunidade para marcar gols em Copas e quem sabe bater o recorde de Miroslav klose (maior artilheiro de Copas do Mundo).

Mesmo tendo 30 anos de idade e com condições de atuar em alto nível, Müller teve sua trajetória encerrada na Seleção Alemã, pelo técnico Joachin Löw, que após o Mundial de 2018, alegou que precisava abrir espaço para jogadores mais jovens.Outros nomes como Jerome Boateng e Mats Hummels também foram dispensados, gerando a insatisfação de Müller.

Pela Alemanha, Thomas atuou entre 2010 e 2018, marcando 38 gols em 100 partidas. O atacante iniciou sua carreira profissional em 2008, pelo Bayern de Munique-ALE, clube em que permanece até os dias de hoje, sendo campeão Mundial de Clubes (2013), campeão da Liga dos Campeões da Europa (2012/2013), campeão da Supercopa Europeia (2013), eneacampeão alemão (2009/2010, 2012/2013, 2013/2014,2014/2015, 2015/2016, 2016/2017, 2017/2018, 2018/2019 e 2019/2020), pentacampeão da Supercopa da Alemanha (2010, 2012, 2016, 2017 e 2018) e pentacampeão da Copa da Alemanha (2009/2010, 2012/2013, 2013/2014, 2-15/2016 e 2018/2019).

Fotos – Getty Images




Moura Nápoli

Moura Nápoli

Nenhum comentário:

Postar um comentário

CBB TEM CONTAS APROVADAS PELO TERCEIRO ANO CONSECUTIVO

EM ASSEMBLEIA QUE CONTOU COM A PARTICIPAÇÃO DE 26 FEDERAÇÕES, DOCUMENTO FOI APROVADO POR UNANIMIDADE Pela primeira vez promovida de ma...

OS GRANDES PARCEIROS

OS GRANDES PARCEIROS
Tecnologia do Blogger.